A Providência guia Cabral de Eliseu Visconti

Neste artigo conheça a obra de Eliseu Visconti A Providência Guia Cabral. Esta pintura narra a viagem do navegante português Pedro Alvares Cabral ao Brasil de acordo com o imaginário da época em que foi produzida.


Imagem de capa – Providência Guia Cabral (detalhe)


A Providência Guia Cabral de Eliseu Visconti

Providencia Eliseu Visconti

De caráter simbolista e influências que passam do Renascimento ao Impressionismo, A Providência Guia Cabral é uma das pinturas que narra a viagem do navegante português Pedro Alvares Cabral ao Brasil. A obra é um testemunho do próprio imaginário da época: os portugueses teriam chegado ao Brasil graças à providência divina, um erro de percurso nos caminhos que tradicionalmente levavam ao comércio da Índia.

Naturalmente, trata-se de uma mitologia construída em torno da conquista, mas que prevaleceu durante séculos. Em 1899, quando o pintor ítalo-brasileiro Eliseu Visconti produziu a obra de que estamos falando, não havia nenhuma dúvida de que havia sido realmente ela, a Providência, a guiar o fidalgo Cabral em sua chegada ao Brasil.

A obra foi produzida no período que Visconti se encontrava na França, e mostra Cabral em primeiro plano com traje vermelho, manejando o timão do navio.

Ao lado dele, Pero Vaz de Caminha, que escreveu a carta ao rei de Portugal, segura a pena. A terceira figura é o frade franciscano Henrique de Coimbra, que com as mãos elevadas, parece rezar. É possível ver ainda um terceiro marinheiro, que parece olhar para a direção de Caminha.

A personagem que mais atrai o nosso olhar, entretanto, é a alegoria da Providência, representada por uma mulher que segura uma tocha, iluminando o caminho, e ao mesmo tempo toca a cabeça do comandante do navio, guiando-o. Repare que ela parece flutuar sobre eles.

O azul do mar também é visivel para o observador, que parece estar à altura da Providência. Ela, determinada e firme, segue olhando para a frente mas passa a impressão de (em função do seu plano na pintura) enxergar à frente dos marinheiros.

Leia mais sobre a chegada de Cabral ao Brasil e sobre a intencionalidade dessa viagem.

Eliseu Visconti

Eliseu Visconti

Eliseu Visconti Autorretrato, 1902

Eliseu Visconti nasceu na Itália em 1866 mas veio para o Brasil ainda jovem, no ano de 1873. Visconti estudou no Liceu de Artes e

Ofícios e na Academia Imperial de Belas Artes. Caminhou com tranquilidade entre os movimentos estéticos, da art noveau ao impressionismo, passando pelo pontilhismo, simbolismo e influências renascentistas.

Quando em 1890, um grupo de jovens artistas sai da Academia Imperial para fundar o Ateliê Livre, Visconti junta-se a eles. O grupo, a exemplo dos impressionistas parisienses, está cansado as velhas normas de ensino.

Quando a Academia Imperial vira a Escola Nacional de Belas Artes, com a República, Visconti volta a frequentá-la. Lá ele recebe o primeiro prêmio de viagem – uma bolsa que permitiria os estudos do pintor na França. O ano é 1892. O artista incorporou principalmente a estética impressionista e durante sua vida trabalhou em projetos importantes, como a decoração do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, além de ter sido professor da Escola Nacional de Belas Artes. Foi considerado por críticos como “o único realmente moderno de sua época”, embora não tenha participado da Semana de 22 (ele acompanhou a semana com interesse mas não foi convidado a participar).

As obras de Visconti tem enorme valor estético, e procurou sempre progredir e trabalhou incansavelmente sua técnica. Infelizmente, o artista teve uma morte trágica: falece em decorrência de golpes na cabeça, durante um assalto a seu ateliê. Visconti tinha 78 anos de idade.

Rute-Ferreira

Rute Ferreira

Sou professora de Arte, com formação em Teatro, História da Arte e Museologia. Também sou especialista em Educação à Distância e atuo na educação básica. Escrevo regularmente no blog do Citaliarestauro.com e na Dailyartmagazine.com.  Acredito firmemente que a história da arte é a verdadeira história da humanidade.

Cursos e a-books da autora

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Newsletter

Menu