restaurar porcelana | a primeira e mais importante operação: a limpeza

Para restaurar porcelana teremos sempre de passar por aquele que é um dos mais importantes processos: a limpeza.

Neste artigo sobre como restaurar porcelana aprenda, passo a passo, a fazer a limpeza de porcelanas.

Inclui um vídeo tutorial.


Normalmente olhamos para a limpeza como um processo fácil e simples. Mas, quando tratamos de peças antigas, a limpeza é um dos passos em que temos de ter mais atenção e cuidado quando vamos restaurar porcelana ou cerâmica.

Esta é uma operação muito comum no tratamento de conservação e restauro, no entanto, é uma das mais delicadas por ser um tratamento irreversível, isto porque, tudo o que for removido com este processo nunca poderá ser restituído.

O que é a limpeza no processo de restaurar porcelana

O conceito de limpeza inclui toda a ação dirigida a suprimir todo o tipo de sujidade ou manchas que interfiram na estética da peça ou a sua integridade original.

Segundo o tipo de sujidade, a natureza da peça e seus componentes, será escolhido o método de limpeza e os materiais a utilizar.

Para se efetuar este tratamento devem conhecer-se os materiais originais, a composição da matéria a eliminar, e noções de química e física necessárias na aplicação dos produtos e métodos adequados para além da experiência necessária para distinguir os diferentes níveis de atuação.

esquema limpeza porcelana

Tipos de limpeza

A limpeza pode ser efetuada a seco ou mediante o uso de solventes.

limpeza a seco ou limpeza mecânica, permite eliminar partículas sólidas, realiza-se previamente e durante as operações de limpeza química. Através da utilização de bisturi vão-se removendo as sujidades e partículas.

limpeza com solventes tem a capacidade de dissolver a sujidade e pode ser complementada com a limpeza mecânica.

É importante realizar um teste de solventes antes da limpeza, escolhendo locais escondidos da peça, de forma a evitar a remoção da decoração da peça.

Limpeza com solventes

Neste processo para restaurar porcelana são testados vários solventes com o objetivo de atingir os melhores resultados de limpeza.

Antes dos procedimentos, é necessário que sejam realizados testes com cotonetes, humedecidos numa solução de água e detergente neutro, em pequenas áreas da obra. Caso não se verifiquem danos nas peças pode-se optar por este tipo de limpeza química.

Com um pouco de algodão enrolado na extremidade, o palito de madeira ou bambu é molhado numa solução de água com detergente neutro e friccionado cuidadosamente sobre a peça. Esse algodão deve ser constantemente trocado, de modo que permaneça limpo. Para obras de maior porte, pode-se aplicar a solução de água e detergente com o auxílio de um borrifador e a fricção deve ser feita com pincéis de cerdas mais resistentes. Terminada esta etapa, a humidade restante na obra deve ser removida com algodão seco ou com um pano de algodão. Quando sobrarem excessos ou em casos de partículas mais calcificadas, pode-se utilizar o bisturi para fazer raspagens (sempre cuidadosamente para não riscar a superfície).

Caso a limpeza com detergente neutro e água não se mostre eficaz, utiliza-se o mesmo procedimento de teste com outros solventes.

No video abaixo pode observar um processo de limpeza utilizando alcool etílico e acetona pura em partes iguais.


Conheça os cursos de conservação e restauro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Newsletter

Menu