Conheça uma magnífica obra de Rembrandt – Cristo na Tempestade no Mar da Galileia

Cristo na Tempestade no Mar da Galileia é sem dúvida uma das mais impressionantes obras de Rembrandt. Neste artigo vamos olhar para esta pintura infelizmente desaparecida num dos mais ousados roubos de obras de arte da história e nunca recuperada.

 

Tempestade no mar da Galileia

 

Não é difícil ficar encantado com a técnica e talento deste artista holandês em retratar cenas de todos os tipos. Rembrandt é um grande mestre e, pessoalmente, é um dos meus artistas favoritos.

O trabalho que apresento hoje é simplesmente magnífico. Rembrandt só tem pinturas incríveis, assim,  escolher uma só é difícil, mas pensei em mostrar a que mais me impressiona: Cristo na Tempestade no Mar da Galileia é uma pintura intensamente dramática, cheia de significado e beleza especial . Rute Ferreira

Rembrandt Harmens van Rijn

Mas antes de passarmos para a pintura em si, uma pequena nota sobre o pintor: Rembrandt Harmens van Rijn nasceu em Leyden, Holanda, em 15 de julho de 1606.

Matriculou-se em escolas de pintura, mas a sua aprendizagem consolidou-se no ateliê do pintor Jacob Isaaksz, que o ensinou a desenhar e a preparar tintas (sim, na época de Rembrandt, os pintores faziam suas próprias tintas).

Ainda jovem, em 1627, Rembrandt abriu seu próprio ateliê e, devido à qualidade de seu trabalho, começaram a chegar encomendas. Após a morte de seu pai e a consequente mudança para Amsterdão, as coisas ficaram ainda melhores: em cerca de um ano ele tornou-se o pintor mais caro e procurado da região.

Famoso pelos retratos, Rembrandt registou a sociedade holandesa como ninguém, afirmando-se como um dos grandes pintores holandeses da história da arte.

Terá produzido cerca de 300 pinturas e de 300 gravuras ao longo da sua vida artística.

Apesar desse sucesso, a sua vida não foi fácil. A sua história de amor é muito triste e, como se costuma dizer, nem tudo foi um mar de rosas…

O sucesso foi acompanhado de gastos incomportáveis e Rembrandt morreu aos 63 anos, sendo enterrado numa cova para indigentes.

Cristo na Tempestade no Mar da Galileia

Bem, vamos voltar à pintura de hoje: Cristo na tempestade no mar da Galileia é apenas uma das muitas cenas bíblicas produzidas por Rembrandt.

A pintura mostra a passagem narrada na Bíblia em que os discípulos ficam apavorados diante de uma tempestade, que Jesus Cristo acalma – e depois ensina aos discípulos a importância da fé.

Mas olhe para a pintura de perto: não estaria desesperado também?

 

tempestade no mar da galileia detalhe

 

O que Rembrandt retrata é justamente o momento de medo e terror dos discípulos diante da força da natureza, em contraste com a tranquilidade de Cristo.

Um dos mestres em criar efeitos brilhantes no jogo entre o claro e o escuro, Rembrandt chama a atenção para o lado esquerdo da pintura, de onde vêm as grandes ondas e os discípulos se aglomeram para salvar o pequeno barco. Na luta, a natureza parece estar a vencer.

Tempestade no mar da galileia detalhe 1

 

Enquanto cinco dos homens se agarram à vela do barco, os outros correm para Jesus que se distingue dos demais por uma auréola subtil. O que parece, se não conhecêssemos a história, é que todos se vão afogar.

Datada de 1633, a obra não retrata apenas uma situação de angústia: é a própria angústia

tempestade no mar da galileia detalhe 2

 

Onde está A Tempestade no Mar da Galileia

Infelizmente, a turbulenta e chocante pintura foi roubada do Museu Isabella Stewart Gardner em 1990. A pintura já havia pertencido a vários colecionadores quando foi adquirida por Isabela em 1898.

Dois ladrões disfarçaram-se de policias e chegaram ao museu dizendo que iriam atender a uma ligação de emergência. Quando entraram nas instalações, roubaram o equivalente a quinhentos milhões de dólares. Além desta obra de Rembrandt, roubaram pinturas de Vermeer.

Em seguida, o museu ofereceu uma recompensa a quem desse informações que levassem ao paradeiro das obras de arte. Infelizmente, elas ainda não apareceram.

O museu ainda tem esperança. No local onde ficava o quadro, a moldura está vazia, esperando que a pintura volte para casa.

Fonte da imagem: Wikiart.org

Pode ficar a saber mais sobre o funcionamento do mercado da arte no curso online Mercado da Arte.

Rute-Ferreira

Rute Ferreira

Sou professora de Arte, com formação em Teatro, História da Arte e Museologia. Também sou especialista em Educação à Distância e atuo na educação básica. Escrevo regularmente no blog do Citaliarestauro.com e na Dailyartmagazine.com.  Acredito firmemente que a história da arte é a verdadeira história da humanidade.

Conheça os cursos online e e-books da autora

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Newsletter

Menu