Qual o período da idade média – os fenómenos que marcaram 1000 anos de História.

Qual o período da idade média ? Quais são os marcos temporais normalmente aceites para definir o inicio e o fim do período da idade média ? Quais os fenómenos que marcaram estes 1000 anos de História ?


período da idade médiaImagem de capa: miniatura do sec. XIV de uma batalha durante a segunda cruzada, William de Tyre, Biblioteca Nacional de França, Departamento de Manuscritos 22495 fol. 154v. Fonte wikipedia.

Por: Marina Barros Cabral

Autora do curso CIDADES MEDIEVAIS

 


“foi na Idade Média que surgiu a sociedade moderna, que criou “a cidade, a nação, o Estado, a universidade, o moinho, a máquina, a hora e o relógio, o livro, o garfo, o vestuário, a pessoa, a consciência e, finalmente, a revolução”.

LE GOFF, Jacques. “Para um novo conceito de Idade Média”. Lisboa: editorial Estampa, 1980.

o período da Idade Média | 1000 anos de História

Para ajudar a compreensão de um período tão plural e extenso quanto a Idade Média é importante localizar os fenômenos principais que definiram a linha do tempo desta cronologia.

O termo Idade Média vem carregado de negatividade. No século XVI a Idade Média foi teorizada por alguns pensadores como um período de decadência, atraso e superstição. Tempo de repressão religiosa e ignorância.

o período da Idade Média | a visão Romântica

Já no século XVII o Romantismo trouxe de volta a sensibilidade e a idealização. Juntamente a estas características, os românticos procuravam uma identidade nacional, fato que aproximou-os do passado e os levou a revisitar com percepções diferentes a sociedade que formou os Estados Modernos.

o período da Idade Média | tempo de descobertas

O século XX então anuiu à Idade Média o título de período de descobertas. Não só não foi tempo de trevas, como foi tempo de semear o que viria a sedimentar a Idade Moderna.

Portanto, além dos 1000 anos de duração, o mundo medieval se distingue por iniciar mudanças cruciais na formação do ocidente europeu, mudanças estas que foram espalhadas por outros continentes com as Expansão Marítima.

Não há equívoco maior do que pensar em Idades das Trevas ou em acreditar que foi um longo tempo de atraso e retrocesso.

O fim da Idade Média é antes de tudo uma evolução do que nela foi concebido, muito diferente da mais vulgar compreensão de sua ruptura e o consequente Renascimento.


Vamos ver de seguida os que são considerados os marcos cronológicos da Idade Média e os aspetos mais marcantes dos seus períodos.

Cronologia da Idade Média

Os marcos temporais do período da Idade Media normalmente aceites são:

Séc. V – 476 – Queda de Roma A Séc. XV – 1453 – Queda de Constantinopla.

Alta Idade Média

Séc. V ao X

  • Império Bizantino
  • Expansão Islâmica
  • Império Carolíngio
  • Feudalismo
  • Sociedade estamental dividida entre Nobres > Clero > Servos
  • Guerras Sistêmicas

Baixa Idade Média

Séc. XI ao XIII

Crise da Idade Média

Séc. XIV e XV

  • Guerra dos Cem Anos
  • Cruzadas
  • Reconquista da Península Ibérica
  • Renascimento Cultural
  • Centralização do poder e Formação das monarquias nacionais
  • Início das Grandes Navegações

Marina Barros Cabral

Marina Barros Cabral

Licenciada em Artes Cênica com habilitação em Indumentária pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro e licenciada em ensino de artes visuais pela UNILAGOS. Atuou como educadora artística bilíngue no ensino básico e como compradora de moda. Atualmente cursando Mestrado em História da Arte, Património e cultura visual na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Apaixonada por Artes Visuais, História da arte, filosofia, cultura, estética, património, curadoria e restauro.

Área de concentração Arte medieval e renascentista. Colabora com a Citaliarestauro.com, nas áreas de História da Arte e Estudos Medievais.

Alguns dos nossos cursos da área de história

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Newsletter

Menu