principais características do barroco | grandiosidade, teatralidade, movimento

Neste artigo vamos ver quais as principais características do barroco e, de forma sintética, como se expressam na pintura, na escultura e na relação destas com a arquitetura.


Textos baseados nos cursos online Um Roteiro do Barroco e Guia de Tesouros Arquitetónicos III, respetivamente da autoria de Teresa Campos dos Santos e Diana Ferreira.

Imagem de capa: Glória de São Francisco Xavier”, de Giovanni Andrea Carlone, na Capela de São Francisco Xavier, igreja jesuíta Il Gesù (1568-75), em Roma. Esta, do arquiteto Giacomo Barozzi da Vignola, é considerada a primeira manifestação artística do barroco. Fonte: wikimedia.


o nascimento do barroco

O estilo Barroco nasce em Roma, centro da vida artística e sede do governo pontifício, nos finais do século XVI até ao XVIII e o seu termo, do português “pérola irregular”, designava um tipo de pérolas encontradas no Oriente. Para além da arquitetura, da escultura e da pintura, a sua manifestação abordou a música, a moda, a literatura, a joalharia e o mobiliário, entre outras áreas.

Surgiu com a Contrarreforma Católica (contra a reforma protestante), numa época de profunda crise da Igreja, de inícios do século XVI.

Este contexto contribuiu para a definição das principais características do barroco que foi utilizado como meio de propaganda religiosa e doutrinação católica.

Fê-lo através de igrejas cheias de beleza e esplendor com obras pictóricas e escultóricas comoventes, que decoravam os espaços religiosos. O seu cariz cénico, com temas de martírios, êxtases e horrores da história da religião católica, era enfatizado por jogos de luz e sombra e pelos gestos e expressões faciais das personagens, onde reinava o sofrimento, provocando emoções e estimulando a fé e o sentimento místico nos observadores.

Através desta arte extravagante e rica em invenções e efeitos teatrais, – como por exemplo a iluminação desigual, a utilização de sanefas, cortinas e púlpitos para fazerem as homilias que se assemelhavam aos camarotes – deveria apelar à sensibilidade e não à razão.

Assim sendo, a Igreja torna-se novamente o mecenas mais importante, e Roma a metrópole da arte, atraindo artistas de todo o mundo.

Em síntese

a aliança entre as artes

Uma das principais características do barroco centrou-se na aliança entre as artes maiores.

Este aspeto criou um efeito conjunto monumental, que resultou no estilo mais criativo e deslumbrante do Ocidente. Uma tendência sumptuosa, dinâmica e dramática. Rompeu com as formas simples e racionais do Renascimento, e atribuiu um acentuado sentido cénico às composições e projetos artísticos, numa nítida intenção de deslumbrar os crentes e ateus.

principais características do barroco | escultura

A escultura foi uma das expressões artísticas privilegiadas do barroco, podendo mesmo considerar-se omnipresente, pois tanto se afirmava como ornamento/complemento da arquitetura, como figurava autonomamente.

No caso do uso que arquitetura fez da escultura podemos, desde já, apontar três caminhos que, não constituindo uma inovação do barroco, foram por ele profundamente explorados.

1 – Uso de estátuas para definir e orientar o percurso dentro ou junto a um edifício

A estatuária pode ainda ter uma função bastante útil na afirmação das principais linhas de força da planta de um edifício, bem como para rematar uma construção.

2 – A estátua com função de suporte

principais características do barroco

Sala Terrena do Palácio Belvedere, Hildebrandt, 1732-1733 (Viena) Autor da imagem: Gryffindor Fonte: Wikimedia

Ou seja, usada como coluna, também é uma recuperação clássica que muito agradou aos barrocos que usaram, profusamente, cariátides e atlantes nos seus monumentos.

3 – uso de relevo

A integração mais profunda da escultura na arquitetura foi atingida com o uso do relevo, muito presente em frisos, brasões, cartelas, troféus, entre outros recursos que o barroco explorou de modo a fundir arquitetura e escultura de modo ao observador não conseguir, muitas vezes, identificar onde uma começa e a outra termina.

Pode conhecer mais sobre a escultura barroca no artigo Caracteristicas do Barroco | Escultura.

principais características do barroco | pintura

A pintura barroca segue, no geral, os princípios que já conhecemos na escultura. Assim, paralelamente à pintura que continua a ser feita em suportes autónomos, há, tal como na escultura, uma ligação íntima e próxima entre a pintura e a arquitetura.

Veja uma síntese das principais características da pintura barroca.

Conheça o cursos de história da arte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Newsletter

Menu