Pirâmides do Egito | A Arquitetura dos Faraós

Neste artigo conheça as Pirâmides do Egito e a evolução da arquitetura funerária.

Na Monarquia Antiga, os egípcios criaram a mastaba, o primeiro tipo de construção funerária do Antigo Egito. A partir destas construções as Pirâmides do Egito assumiram várias formas.


Do curso online Guia de Tesouros Arquitetónicos I | Autora: Diana Ferreira


Pirâmides do Egito – a Mastaba

Trata-se de um edifício baixo de tijolo ou pedra, de planta retangular, faces inclinada para o interior, cada uma orientada para os quatro pontos cardeais. De topo liso, o seu comprimento varia entre 4 a 5 metros e a altura entre 3 a 9 metros.

O cadáver estava colocado na câmara funerária subterrânea com poucos objetos de valor, ligada por um corredor – serdab – que não comunicava com o exterior e que continha a estátua funerária.

A capela decorada com relevos e pinturas parietais, ao nível térreo, era o único local de acesso desde o exterior, onde guardavam as oferendas e se prestava culto ao morto.

Mastaba

https://pt.wikipedia.org/wiki/Mastaba#/media/File:Mastaba-faraoun-3.jpg

Pirâmides do Egito – Pirâmide de Degraus

Ao longo dos tempos foram modificadas, aumentadas e complicadas, mas permaneceram sempre três elementos: a capela para o culto, a divisão para a estátua e a câmara funerária para o defunto.

A partir da III dinastia, com o intuito de mostrar a elevada categoria social do falecido, construíram-se túmulos grandiosos através da sobreposição sucessiva de mastabas com dimensões gradualmente menores. A pirâmide de degraus.

Imhotep, foi o primeiro arquiteto de que conhecemos o nome na longa história da arquitetura. Foi o responsável por esta pirâmide que albergava o túmulo do rei Djoser, em Sakara, erigida aproximadamente no ano 2630 a.C. com seis andares e que pretendia representar a escadaria gigante que o rei subiria para se reunir ao deus-sol.

Piramide de Degraus

https://pt.wikipedia.org/wiki/Pir%C3%A2mide_de_Djoser#/media/File:Saqqara_BW_5.jpg

Pirâmides do Egito – Pirâmide romboidal

A variante romboidal é uma pirâmide dedicada ao faraó Snofru, em Dahshur, que a meia altura mudava a inclinação das suas arestas, o que dá a sensação da metade superior esmagar a inferior.

Piramide romboidal

https://pt.wikipedia.org/wiki/Dahchur#/media/File:GD-EG-Saqqara004.JPG

Pirâmides do Egito – Pirâmides (de faces lisas)

A evolução da vertente em degraus originou a forma final das pirâmides (de faces lisas), no reinado de Sneferu.

Neste tipo de construção funerária destaca-se a Grande Pirâmide de Gizé, considerada uma maravilha arquitetónica do Mundo Antigo.

Era composta por imensos blocos de pedra que pesavam toneladas, talhados e colocados com tanta precisão que, muitas vezes é difícil introduzir entre eles uma fina folha de papel.

No seu interior encontram-se, geralmente, as mesmas divisões das mastabas, acrescentando canais de ventilação e outros compartimentos, cuja função se desconhece.

Foram complicando os vários corredores (alguns deles sem saída), para dificultar, ou mesmo impossibilitar, o acesso ao túmulo do faraó. Por este motivo as passagens estavam bloqueadas e a entrada dissimulada.

Pirâmide (de faces lisas)

https://pt.wikipedia.org/wiki/Pir%C3%A2mide_de_Qu%C3%A9ops#/media/File:Gizeh

Hipogeu

Apesar das suas formas simples e geométricas que transmitem grandeza e se caracterizampela sua durabilidade, eternizando a memória do faraó, o seu aspeto impenetrável não evitou que as pirâmides fossem muitas vezes saqueadas.

A presença de tesouros era demasiado tentadora apesar das severas leis sobre violação dos túmulos. Para por fim a esses furtos, no Império Novo, os reis de Tebas (sucessores a Tutmés I, exceptuando Akhenaton) mandaram construir os hipogeus. São túmulos subterrâneos cavados nas falésias rochosas do Vale dos Reis, no Alto Egito.

Estas construções, seguras e discretas, eram decoradas nos seus interiores com altos e baixos-relevos de cores com significados simbólicos, que contavam os feitos de quem as ocupava.

No exterior, estavam estátuas igualmente coloridas, mas que a exposição à luz do sol arruinou ao longo dos milénios. O mesmo se passou no seu interior, quando saquearam as tumbas e as deixaram abertas deteriorando as pinturas com a corrosão do ar e da intempérie.

Hipogeu

https://pt.wikipedia.org/wiki/Hatchepsut#/media/File:Templo_de_Hatshepsut.jpg

Quer conhecer os mais fantásticos monumentos da história?

2 Comentários. Leave new

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Newsletter

Menu