forças religiosas e sociais na Europa medieval | o gótico

Newsletter

Neste artigo vamos olhar para algumas das forças sociais e religiosas da Europa medieval nos tempos em que o Gótico se desenvolveu e floresceu.

Europa medieval


Texto: Alexandra Kiely, curso online Gothic Architecture.


Os mosteiros na Europa medieval

Um mosteiro é o local onde vivem os monges. os seus dias são dedicados à oração e ao estudo, desenvolvem ainda trabalhos como a cópia de manuscritos. Um mosteiro é um grande complexo que inclui uma igreja, dormitórios, claustros e outras estruturas.

Muitas igrejas góticas faziam, originalmente, parte de mosteiros.

Reliquias e peregrinações

As relíquias tinham um significado profundo na Europa medieval e era popular a realização de peregrinações.

As relíquias são “restos” de um santo. Podem ser ossos, objetos tocados por um santo, ou outros objetos de profunda significância religiosa. As relíquias estão normalmente associadas a milagres que se acreditava os santos tinham realizado.

Na Idade Média eram muito populares as peregrinações, viagens com o objetivo de rezar ao pé das relíquias e pedir milagres e curas.

Muitas igrejas, incluindo catedrais e igrejas de mosteiros, possuíam relíquias. Constituíam um aspeto muito importante uma vez que as relíquias traziam prestígio e rendimento das ofertas feitas pelos peregrinos.

As necessidades das igrejas de peregrinação, particularmente a necessidade de espaço para acomodar os peregrinos e exibição das relíquias, impulsionou a construção de muitas igrejas góticas.

Catedrais

A igreja principal num distrito religioso (a diocese) na Europa medieval chama-se catedral.

As catedrais são maiores e mais elaboradas do que as igrejas locais, e atraem multidões nos dias religiosos mais importantes. As catedrais são motivo de orgulho nas cidades onde se situam.

Cidades

Na Europa medieval as cidades voltaram a desenvolver-se após o seu enfraquecimento após a queda do império romano.

As cidades medievais eram competitivas entre si. Tentavam superar-se umas às outras com edifícios maiores e catedrais mais bonitas com relíquias mais importantes.

Esta competição para construir maior, mais alto e mais bonito que outra cidade conduziu a muitos desenvolvimentos arquitetónicos.

A igreja como governo

Na Europa medieval faltavam governos nacionais coesos. Mesmo o poder dos reis não alcançava este objetivo.

Assim, a igreja era uma das maiores forças na sociedade medieval.

Conheça os cursos da área de história

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Newsletter

Menu