Bauhaus100 | 100 anos da Bauhaus | Abertura e novos museus

Newsletter

No artigo de Jéssica Panazzolo acompanhe os mais importantes acontecimentos culturais Bauhaus100 .

Bauhaus100 | A Bauhaus comemora 100 anos com inauguração de museus

Abertura

A mais famosa e importante escola de arte e design do mundo festeja seu centenário durante 2019 com uma série de comemorações durante o ano.

A abertura acontece com um concerto de piano do jazzista alemão Michael Wollny, dia 16 de janeiro, na Academia Artes de Berlim. O músico compôs tendo como base as múltiplas referências da Bauhaus, o momento histórico e como a Escola poderia ser entendida hoje.

O evento terá transmissão ao vivo neste link a partir das 19h.

Entre os dias 17 e 24 de janeiro, a instalação de realidade virtual “The Total Dance Theatre” convida os espectadores a questionar quem é o homem em meio à era tecnológica, com uma apresentação de dança, remontando reflexões de Bauhaus. Usando óculos de realidade virtual, a plateia assiste aos bailarinos flanando por uma coreografia realizada em três níveis, montada sobre uma construção virtual no palco, que tem como inspiração os experimentos teatrais de Oskar Schlemmer e Walter Gropius, fundadores da celebrada escola de arte e design.

No mesmo período, uma série de exposições, exibições e montagens acontecerão na Academia de Artes de Berlim.

Você pode conferir toda a programação aqui.

 

Novos museus

O auge das comemorações se dará com a abertura de dois novos museus dedicados à Bauhaus nas cidades que foram o berço de suas realizações há 100 anos. Após três anos de construção, o Museu Bauhaus Weimar abrirá as portar dia 6 de abril de 2019 e apresentará a maior e mais antiga coleção de objetos da escola, substituindo o Museu Bauhaus de Theaterplatz que encontra-se fechado há um ano. O objetivo dos curadores é conectar o legado da Bauhaus aos tempos atuais.

 

Com inauguração marcada para 8 de abril de 2019, o Museu Bauhaus Dessau terá como foco um dos pilares da escola: a diversidade de aprendizados.

“Nosso acervo mostrará sobretudo o dia a dia do aprendizado”, diz a diretora Claudia Perren.

Como já contamos aqui, A Bauhaus acreditava que o arte e artesanato deveriam caminhar juntos, uma vez que partem da mesma essência, e que a multidisciplinariedade é que formaria artistas capazes de produzir além do belo, aliando a forma à função.

 


 

Saiba mais sobre as vanguardas artísticas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Newsletter

Menu