Assunção de Maria | como é representada na arte?

A assunção de Maria é um episódio amplamente representado na arte ocidental. Neste artigo iremos ver o que significa a assunção de Maria e qual a iconografia associada a este episódio.


Autora do texto: Yolanda Silva, curso online Iconografia (Jesus e Maria).

Imagem de capa: Assumption of Virgin (detalhe), Peter Paul Rubens, 1616, Museus Reais de Belas-Artes da Bélgica.

Fonte das imagens: Wikiart


a assunção de Maria

Esta cena não se encontra em nenhum texto, apócrifo ou canónico, pelo que se deduz apenas a sua morte pelo desaparecimento do seu nome nos relatos.

A tradição conta que, depois da morte de Maria, os Apóstolos depositaram o seu corpo num sepulcro e permaneceram junto a ele por três dias. Todavia, quando voltaram ao sepulcro para adorá-la, encontraram o túmulo vazio, apenas com os panos do sudário.

Alguns artistas escolhem representar os Apóstolos a olhar para o túmulo vazio, com espanto. Outros, representam-nos a assistir ao momento da Assunção da Virgem aos céus.

O sepulcro pode ser representado completamente vazio, com apenas os panos ou com flores no lugar do corpo de Maria. As flores são aquelas atribuídas à Virgem: lírios, açucenas ou rosas.

1 assunção de Mariadiferença entre a assunção de Maria e a ascensão de Jesus

É importante compreender a diferença entre a assunção de Maria e a ascensão de Jesus, daí o uso de duas palavras diferentes.

À primeira vista, as cenas são muito similares e ambas significam «elevação».

No entanto, observando cada representação, vemos que, no caso de Jesus, este eleva-se sozinho, porque é Deus; Maria é elevada, assumida aos céus por anjos e nuvens. Por isso, por tradição, designa-se a elevação de Maria como Assunção e a de Jesus como Ascensão.

7 assunção de Maria

dormição da Virgem

Ao momento anterior à sua Assunção, designa-se, geralmente, de Dormição da Virgem e retrata, na sua essência, o depositar do seu corpo no sepulcro e o momento de lamentação dos Apóstolos. A tradição da Igreja convencionou chamar-se Dormição à morte da Virgem, para que se entenda que, ao contrário de Jesus, ela não ressuscitou, ela foi elevado ao céu em vida.

a morte da Virgem de Caravaggio

morte da Virgem

“A Morte da Virgem” feita sob a encomenda para uma igreja de Siena, foi recusada por contrariar o dogma da ascensão de Maria e por retratá-la de vestido vermelho.

Morte da Virgem é uma pintura a óleo realizada entre 1604 e 1606 (ou 1602) pelo pintor italiano Michelangelo Merisi da Caravaggio. A obra está preservada no Museu do Louvre, em Paris.

Leia o artigo de análise da obra Morte da Virgem de Caravaggio.

Iconografia das representação da assunção de Maria

Aprenda como analisar a iconografia em obras de arte nos cursos online de iconografia | análise de arte.

Personagens principais envolvidas

Maria (no sepulcro ou a ser levada para o céu), os Apóstolos, anjos / querubins.

Descrição

Maria pode estar ainda a subir aos céus, e os Apóstolos olham para o sepulcro, ou assistem. O túmulo pode estar vazio, com os panos ou com flores.

Representa-se Maria a ser levada aos céus pelos anjos, com nuvens, por vezes, sendo coroada por Jesus, no céu.

Elementos iconográficos relevantes

Sepulcro vazio ou repleto das flores atribuídas a Maria: lírios, açucenas e rosas.

Maria é impulsionada aos céus por anjos e nuvens.

Coroação: reconhecimento da sua devoção.

Referências

Não consta de nenhuma fonte escrita.


Aprenda mais sobre iconografia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Newsletter

Menu