Jean Michel Basquiat | CCBB de Belo Horizonte

Jean Michel Basquiat | Exposição no CCBB de Belo Horizonte até 24 Setembro 2018

Jean Michel Basquiat (1960-1988) foi um artista de carreira curta, porém intensa e genial. E é com a obra dele que o Centro Cultural Banco do Brasil de Belo Horizonte celebra seu quinto ano de atividades, com uma exposição fascinante que começou no dia 14 de julho e segue gratuitamente até 24 de setembro de 2018.

Conheça Jean Michel Basquiat no artigo de Rute Ferreira.

 

Nascido nos Estados Unidos, Jean Michel Basquiat é considerado até hoje um dos maiores representantes da arte norte americana.

Muitas vezes lembrado pela parceria com o artista pop Andy Warhol, com quem produziu uma série de obras a partir de 1983, Basquiat começou a obter reconhecimento um ano antes, com sua primeira exposição em New York.

Antes disso, no final dos anos 70, o artista se concentra na cena do grafitti, da linguagem urbana, que mesmo tendo “abandonado” a partir de 1982, continua a ecoar na sua produção.

Todas essas fases são destacadas na exposição que acontece na capital mineira.

Para conhecer as tendências estéticas na arte contemporânea veja o Curso Online Mercado de arte.

Aclamado em vários países como um dos mais criativos e audaciosos artistas dos anos 70 e 80, Basquiat era, como bem diz o catálogo da exposição, um artista de New York, na sua essência. Nada mais justo que essa constatação.

Foi na cidade e na confusão de beleza e decadência que marcou aquele período que Basquiat começou sua produção e sua obra refletia o espírito nova iorquino. O grafitti de Basquiat era sua voz.

Em 1982 se despede oficialmente de SAMO – pseudônimo com que não apenas assinava mas animava seus rastros pela cidade. Ele passa a se apresentar com o próprio nome e a se interessar por meios artísticos dito tradicionais como a pintura e o desenho.

Sua arte, entretanto, permanece com a marca transgressora que a tornaria única.

Jean Michel Basquiat 9web

Jean-Michel Basquiat. Alavancagem, 1985. Técnica mista sobre o papel. Copyright © The Estate of Jean-Michel Basquiat. Licensed by Artestar, New York.

 

A Exposição Jean Michel Basquiat | CCBB de Belo Horizonte

Dezenas de obras produzidas por Basquiat poderão ser vistas gratuitamente no CCBB, entre elas, Ataque de Coração, de 1984 e feita em parceria com Warhol.

A obra em acrílico sobre tela dividida em duas partes é um exemplo das múltiplas possibilidades do trabalho de Basquiat, que inseria letras e colagens em suportes tradicionais.

A técnica em si não era novidade. Picasso fazia isso, outros artistas cubistas também.

A diferença reside no tratamento estético dado a esses elementos na arte de Basquiat. Ele não estava somente fazendo experiências visuais, mas carregando de sentido um universo.

Jean Michel Basquiat 17web

Jean-Michel Basquiat e Andy Warhol. Ataque de Coração., 1984. Acrílico sobre duas telas.. Copyright © The Estate of Jean-Michel Basquiat. Licensed by Artestar, New York.

 

Basquiat morreu precocemente, em 1988, por causa de uma overdose.

Durante a sua vida, e sua curta produção artística, foi celebrado como um dos artistas mais notáveis de sua época e exposições recentes tornaram a obra dele ainda mais estimada.

Em 2017 uma das telas de Basquiat foi leiloada por mais de 110 milhões de dólares, um recorde da obra de arte norte americana.

Para saber como funcionam os mercados de arte primário e secundário veja o Curso Online Mercado de arte.

O CCBB de Belo Horizonte não é o primeiro a receber a retrospectiva do artista norte americano no Brasil. No início do ano a exposição passou por São Paulo e Brasília e atraiu milhares de visitantes. Em outubro, será a vez do CCBB carioca receber a exposição, que deve permanecer até janeiro de 2019 e conta com a curadoria de Peter Tjabbes, da Art Unlimited.

A exposição conta com uma série de patrocinadores, instituições financeiras, entre bancos e seguradoras. Segundo a BB Seguros, uma das empresas envolvidas, “o patrocínio é uma forma de oferecer à sociedade a experiência de acessar obras tão importantes” e a BrasilCap ressalta que a “cultura é um meio de transformação da realidade e da educação do país”.

Outro ponto que torna a exposição ainda mais significativa é o fato de ela marcar os cinco anos de atividades do Centro Cultural do Banco do Brasil, em Belo Horizonte. Estima-se que desde sua inauguração, em agosto de 2013, o espaço já recebeu mais de 3,3 milhões de visitantes.

Pode consultar ou descarregar o Catálogo da Exposição AQUI

Quer saber como funciona o mercado de arte?

Curso Online Mercado de arte

 

Newsletter

Junte-se a nós nesta fantástica aventura no mundo da ARTE  HISTÓRIA  CULTURA

Ao carregar em subscrever aceita que o seu email seja utilizado somente para lhe enviar nossa newsletter bem como informações relativas às atividades de Citaliarestauro.com. A qualquer momento pode utilizar o link de cancelamento de assinatura integrado na newsletter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Newsletter

Menu