3 níveis de leitura da arte | A iconografia como disciplina

Erwin Panofsky (1892-1968) elevará a iconografia a área de estudo através da definição de 3 níveis de leitura da arte.

Artigo de Yolanda Silva, autora de cursos na área de Análise de Arte | Iconografia.

Inclui um vídeo explicativo.

A utilização de símbolos na arte

Iconografia HórusO uso de símbolos para comunicar remonta ao início da comunicação em si. Como expressão artística, o uso de ícones na expressão artística remonta a 3000 a.C., ao Médio Oriente. Aqui, as civilizações neolíticas existentes, como a Egípcia, usavam figuras de formato animalista para fazer representar os seus deuses. Por exemplo: Hathor é uma mulher cuja cabeça é a de uma vaca e Hórus pode ser representado com cabeça de falcão.

 

O deus egípcio Hórus, no Templo de Edfu.

http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Edfu_Tempel_09.jpg

 

 

Na Antiguidade clássica

Do outro lado do Mediterrâneo, na antiga Grécia, podemos identificar, por exemplo, Zeus acompanhado de uma águia ou de um relâmpago, Apolo com uma lira e Diana, sendo a caçadora, traz consigo arco e flecha – os deuses gregos eram, assim, representados com determinados objectos ou atributos que os identificavam.Area iconografia

Na Antiga Roma, o uso de alegorias será mais desenvolvido ainda, podendo uma mulher rodeada de flores poder significar a Primavera.

Pode ficar a conhecer estes símbolos, atributos e representações no curso online Mitologia Greco Romana.

Cristianismo

O uso de símbolos foi importante nos primeiros anos do Cristianismo. De facto, ainda o Império Romano venerava deuses pagãos e já os Cristãos, para fugir às perseguições, faziam figurar a sua fé por meio de símbolos mais ou menos evidentes. É desta maneira que a pomba ou o peixe representam o Espírito Santo ou Jesus Cristo.

A tendência implantou-se rapidamente e o número de símbolos entrou em crescendo. Desta forma, na arte cristã mais tardia, temos uma maior quantidade de representações iconográficas.

Será a par desta tendência que se apurarão, também, os atributos dos Santos. Do mesmo modo como as divindades greco-romanas são identificadas através de determinados objectos relevantes da sua função ou história de vida, também os santos assim serão identificados.

Pode saber mais sobre símbolos e atributos dos Santos no curso online Iconografia dos Santos.

A partir da Renascença

Iconografia Memento MoriA pintura alegórica tornou-se mais popular durante o período da Renascença e através do século XVIII. Os artistas imaginavam complexas composições cheias de simbolismo, representando, por exemplo, o tema da vaidade humana, popular na época Barroca. Jóias, moedas de outro ou instrumentos musicais significariam os prazeres mundanos, enquanto crânios, velas apagadas ou ampulhetas recordariam o espectador que a morte é iminente (Memento Mori).

 

Memento Mori. Óleo sobre tela de Vincent Laurensz van der Vinne (séc. XVII).

http://necspenecmetu.tumblr.com/page/317

 

 

 

A Iconografia como disciplina de estudo

É Aby Warburg quem, no século XIX, assume a defesa da iconografia como corrente de estudo. Warburg dizia que a história das imagens fala-nos da função geral das imagens, na medida em que é simultaneamente um meio de expressão de necessidades e expectativas e uma forma de comunicação religiosa e política.

É no sentido de desenvolver a ideia da importância do estudo das obras de arte em todos os seus detalhes, que funda o Instituto Warburg, em Hamburgo (Alemanha).

3 níveis de leitura da arte

No entanto, será o seu discípulo Erwin Panofsky (1892-1968) elevará a iconografia a área de estudo propriamente dita, orientando-se para a definição da Iconologia.

Em 1939, no seu ensaio Estudos em Iconologia, Panofsky, tal como Warburg antes o fizera, fala de uma leitura que deverá ir para além do estudo descritivo e formalista da obra.

Ou seja, Panofsky sugere que, perante uma qualquer representação artística, nós devemos não apenas perguntar «O quê?», mas também «Por quê?».

E a sua análise d’O Casamento dos Arnolfini, de Jan Van Eyck, de 1935, será o primeiro estudo que faz dentro da temática da simbologia e iconografia de obras de arte.

Casamento dos arnolfiniPanofsky dizia que aquilo que, à partida, poderia parecer um retrato confuso e desorganizado, estava, na realidade, a transmitir uma mensagem muito clara: era a representação de um contrato de casamento.

Simbolizado através da presença de diversos elementos cuja simbologia oculta apontavam para o sacramento do casamento (como o cão, a sandália, o leito nupcial, o espelho, a própria assinatura do pintor, que afirma que «…esteve aqui», como se tivesse testemunhado um evento de importância) e o significado que poderiam assumir no contexto em que a obra foi produzida.

 

O Casamento dos Arnolfini, de Jan Van Eyck

 

 

 

 

E detalha, assim, a sua ideia de uma análise através de três níveis de «leitura»

Panofsky, defendendo a necessidade de conhecer os costumes e hábitos diários específicos da época, do local e, até, dos intervenientes da produção em questão, afirma que é possível «melhorar» a possível leitura que se faça de uma qualquer obra.

Tornar a análise mais precisa e directa. Porque há uma razão pela qual o autor incluiu aquele símbolo, há que fazer um trabalho de análise contextualizado.


Conheça os nossos cursos

Análise de obras de arte

Iconografia dos Santos

Iconografia (Jesus e Maria)

div#sib_embed_signup .needsfilled input {border-color: #B94A48 !important; color: #B94A48 !important;} div#sib_embed_signup .needsfilled {color: #B94A48 !important;} div#sib_embed_signup input[type=”text”] {border: 1px solid #CCCCCC;border-radius: 4px;-moz-border-radius: 4px;-webkit-border-radius: 4px;} div#sib_embed_signup input[type=number]::-webkit-inner-spin-button, div#sib_embed_signup input[type=number]::-webkit-outer-spin-button {-webkit-appearance: none;-moz-appearance: none; margin:0; } div#sib_embed_signup input[type=number] {-moz-appearance: textfield;} div#sib_embed_signup div.message_area {position: relative;padding: 10px 30px 10px 10px; margin: 0px 0px 10px 0px;font-size:14px; border-radius: 5px;-webkit-border-radius: 5px; -moz-border-radius: 5px;box-sizing: border-box;} div#sib_embed_signup div.message_area button.close {position: absolute;right: 8px;top: 8px;color: inherit;background: 0 0;border: 0;padding: 0px;-webkit-appearance: none;cursor: pointer;font-weight: bold;font-size: 14px;} .tipicon{cursor: pointer;padding: 3px 7px;font-size: 12px;font-weight: bold;line-height: 1.2;color: #fff;text-align: center;vertical-align: baseline;background-color: #999;border-radius: 10px;text-decoration: none;} .tooltip{display: inline;position: absolute;left: 97%;} .tooltip:hover:after{background: #333;background: rgba(0,0,0,.8);border-radius: 5px;color: #fff;content: attr(data-title);right: -2px;bottom: 26px;padding: 5px 15px;position: absolute;z-index: 98;width: 220px;} .tooltip_small:hover:after{padding: 5px 5px; width: 150px;} .tooltip:hover:before{border: solid;border-color: #333 transparent;border-width: 6px 6px 0 6px;bottom: 20px;content: “”;left: 1px;position: absolute;z-index: 99;} .sib-dropdown-menu.flag-icon {display: none;height: 100px;overflow-x: hidden;min-width: 230px;font-size: 13px;list-style: none;padding-left:14px;border:1px solid rgba(0,0,0,.15);background: white;border-radius: 4px;margin-top:10px;} .sib-dropdown-menu.flag-icon li a{display: block;white-space: nowrap;text-decoration: none;color: rgba(0,0,0,0.87);box-shadow: none;} .sms_field .country-block{margin-right: 3px !important;float: left;width:56px;} .icon-arrow{display: inline-block;width:0px;height: 0px;margin-left:2px;margin-top:5px;border-top:4px dashed;border-right:4px solid transparent;border-left:4px solid transparent;vertical-align: text-top;} .sib-dropdown-toggle.country-flg{display: inline-block;font-size: 13px;} body {background-Image: url(”);} body {background-color: #dcdcdc;} div#sib_embed_signup .sib-container {background: rgba(252,252,252,1);} div#sib_embed_signup .sib-container h1 {font-family: ‘Helvetica Neue’, Helvetica, Arial, sans-serif;} div#sib_embed_signup h1.title {font-size: 45px;} div#sib_embed_signup .sib-container .forms-builder-footer, div#sib_embed_signup .sib-container .description, div#sib_embed_signup .sib-container .fake-label, div#sib_embed_signup .sib-container .row, div#sib_embed_signup .sib-container #company-name{font-family: ‘Helvetica Neue’, Helvetica, Arial, sans-serif;} div#sib_embed_signup .forms-builder-footer,div#sib_embed_signup div.description,div#sib_embed_signup .fake-label,div#sib_embed_signup .row {font-size: 17px;} div#sib_embed_signup .sib-container .button {font-family: ‘Helvetica Neue’, Helvetica, Arial, sans-serif;} div#sib_embed_signup .button{font-size: 14px;} div#sib_embed_signup input {font-size: 13px;} div#sib_embed_signup .sib-containter h1 {color: #232323;} div#sib_embed_signup .sib-container {color: #343434;} div#sib_embed_signup .sib-container .button{color: #ffffff;} div#sib_embed_signup .sib-container .button{background: #a83e3e;} div#sib_embed_signup .forms-builder-wrapper{ max-width: 540px;} div#sib_embed_signup .sib-container{ padding: 40px 20px 20px;} div#sib_embed_signup .header{ padding: 0 20px;} div#sib_embed_signup h1.title{ lineHeight: 50px;} div#sib_embed_signup h3.company-name{ lineHeight: 35px;} div#sib_embed_signup div.description{ padding: 0 20px 15px;} div#sib_embed_signup div.row{ padding:10px 20px; } div#sib_embed_signup input[type=text]{ padding: 10px 4px;width:100% !important;box-sizing: border-box;} div#sib_embed_signup input[type=number]{ padding: 10px 4px;width:100% !important;box-sizing: border-box;}

 

Newsletter

Por

Junte-se a nós nesta fantástica aventura no mundo da ARTE  HISTÓRIA  CULTURA

Ao carregar em subscrever aceita que o seu email seja utilizado somente para lhe enviar nossa newsletter bem como informações relativas às atividades de Citaliarestauro.com. A qualquer momento pode utilizar o link de cancelamento de assinatura integrado na newsletter.

var sib_prefix = ‘sib’; var sib_dateformat = ‘dd-mm-yyyy’;

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Newsletter

Menu